Uma Norma idealizada pelos Transportadores

Em 2003 a Associação Sueca das Empresas de Transporte Rodoviário (SA), produziu o que seria o embrião da norma ISO 39001. A Norma de Segurança Rodoviária (SA-RTS), foi baseada nos princípios de gestão da Norma ISO 14001 e adotada pela maioria dos 140 associados da entidade. Esta notável iniciativa foi ampliada com a criação de um grupo de trabalho na ISO que resultou na publicação da ISO 39001 - Requisitos para um Sistema de Gestão da Segurança Viária em outubro de 2012. Cerca de três anos depois, a ABNT concluiu a tradução da Norma no Brasil e a publicou com a denominação de NBR ISO 39001:2015.

Este breve histórico, que mostra a participação efetiva do setor de transportes rodoviários na sua criação, indica a solidez da base de conhecimento e experiência por trás desta norma.

Da mesma forma, nossa proposta de trabalho é apresentar esta base de conhecimento para que as empresas e organizações possam desenvolver com seus próprios times, um modelo de gestão de segurança compatível com sua realidade e que traga resultados rapidamente.

A nossa proposta é mostrar para as empresas os caminhos mais indicados para conquistar a evolução contínua em segurança viária, inspirado pelo conhecimento trazido pela Norma ISO 39001 e seus anexos, de uma forma clara, objetiva e compatível com o estágio de maturidade e desenvolvimento da segurança viária de cada organização, respeitando sua cultura e valorizando seus talentos.

Conquistar a certificação da ISO 39001 pode ser uma das metas futuras, mas a prioridade deve ser reduzir as mortes, os feridos e os acidentes. Como citado por Mårten Johansson (Diretor Técnico da SA).

“Every road accident is one too many”

Pensando nas empresas de transporte que se encontram diante do desafio de planejar um futuro sem acidentes, desenvolvemos uma abordagem que tem como objetivo e produto final um Plano de Ação em Segurança Viária abrangendo ações imediatas, de médio prazo e de longo prazo, aplicável a empresas de todos os tamanhos e segmentos, mesmo aquelas que não tem como atividade fim o transporte, mas de alguma forma interagem com o sistema viário.

O Programa é desenvolvido em duas etapas:

Conhecimento (1 dia)


Nos dedicamos a conhecer o funcionamento da empresa, suas rotas, a composição da frota, tipos de carga, como faz a manutenção, a contratação e treinamento dos motoristas, roteirização, ações e programas de segurança, acidentes e incidentes mais frequentes.

Seminário com as lideranças da empresa. Administração, Segurança, Logística, Frota, Manutenção, RH (1 dia)


Apresentamos os conceitos fundamentais de análise e planejamento, inspirados na ISO 39001, e partimos para a realização de um plano de Segurança Viária que permitirá que o time da empresa, ao final do dia, tenha definidas ações imediatas, de médio e de longo prazo para reduzir e, no futuro, eliminar, os acidentes e suas nefastas consequências.
O time estará preparado para desenvolver processos que permitam, continuamente:
Identificar as causas dos principais acidentes, relacionando-as com os Fatores Humano, Via e Veículo
Identificar os riscos associados aos tipos de acidentes e às suas consequências
Priorizar as ações para reduzir os acidentes ou mitigar suas consequências
Selecionar, treinar, motivar motoristas para a Segurança Viária
Identificar veículos não aptos para a viagem ou para determinada carga
Engajar as demais áreas da empresa na gestão da Segurança Viária
Estabelecer metas e objetivos consistentes para a segurança viária
Entregar os resultados esperados de redução dos acidentes e suas consequências