Diretor da TRS participa de evento promovido pela Braskem

O diretor técnico da TRS Engenharia, o engenheiro Rubem Penteado de Melo, compartilhou seus conhecimentos durante um evento promovido pela gigante da logística Braskem, a maior produtora de resinas termoplásticas da América. O evento, realizado em 13 de setembro, reuniu virtualmente gestores e equipes de segurança de cerca de 80 transportadoras de todo país. O objetivo foi tratar de temas diretamente associados à prevenção de acidentes no transporte de cargas líquidas e gasosas.

Durante sua participação no encontro, o diretor abordou um dos mais graves e recorrentes tipos de acidentes nas rodovias brasileiras: o tombamento. Ele, que é doutor em Engenharia Mecânica, explicou de forma detalhada quais são os principais fatores que influenciam para sua ocorrência e como é possível não apenas evitar, mas zerar este tipo de incidente com as devidas medidas de prevenção.

“Cientificamente falando, entender um fenômeno é ter a capacidade de predizê-lo. Por isso, entender como ocorre o tombamento é fundamental para evitá-lo”, afirma Melo. Aos presentes no treinamento, ele explicou como ocorrem os tombamentos de caminhões e porque eles são diferentes daqueles que acomentem veículos menores, como carros. “O caminhão carregado sempre tomba antes de derrapar. Por isso, o motorista não pode errar na velocidade que entra na curva. Se ele errar, tomba.”

Rubem Penteado de Melo

Segundo Melo, os riscos são ainda mais altos quando envolvem veículos que transportam cargas líquidas, como os caminhões ISO-Tank. Além da altura do centro de gravidade elevada, o movimento do líquido contribui para o aumento da instabilidade. Isso propicia tombamentos, mesmo em velocidades consideradas ideais pelas placas das rodovias. 

Velocidade Segura

Mesmo quando estão presentes nas rodovias, as placas de indicação de velocidade não devem ser consideradas por motoristas do transporte rodoviário, pois, segundo o engenheiro, não levam em consideração as características exatas dos veículos e as cargas que eles transportam. Mas então, como determinar a velocidade máxima?

Durante o evento, os participantes puderam conhecer o ANJO S-TRACK, dispositivo da Anjo Tecnologia, empresa-irmã da TRS Engenharia, também criada por seus fundadores. O sistema é capaz de calcular a velocidade segura para cada curva, ao cruzar dados da rodovia com os dados do caminhão e sua carga. Atuando como um rotograma inteligente, o ANJO S-TRACK usa a tecnologia para alertar, dentro da cabine e em tempo hábil, a velocidade máxima, evitando os tombamentos. 

Conhecer para prevenir acidentes

Levar conhecimento a transportadoras e embarcadoras por meio de treinamentos é um dos meios pelo qual atua a TRS Engenharia, que presta ainda serviços de consultoria e oferece cursos online sobre vários temas de segurança viária. 

Confira a seguir algumas das dicas que o engenheiro deu aos participantes do evento para zerar tombamentos:

  • Gestão rígida de velocidade e treinamento do condutor;
  • Cuidado com as manobras bruscas com CVCs;
  • Cuidado com os volumes parciais;
  • Atenção no início da descida nas serras;
  • Ao primeiro sinal de sono, interromper a viagem;
  • Veículos com manutenção em dia;
  • Não se distrair, especialmente com o celular;
  • Uso da tecnologia, como o rotograma inteligente ANJO S-TRACK, on-board.

Quer saber mais sobre os treinamentos e cursos da TRS Engenharia? Entre em contato!

Compartilhar

Outros Posts